COLÉGIO DE SÃO PEDRO

COLÉGIO DE SÃO PEDRO

Todo mundo que visita Coimbra conhece essa fachada. Afinal, ela fica no coração da universidade, voltada para o Paço das Escolas. É o Colégio de São Pedro, aquele edifício imenso à direita de quem olha a Via Latina de frente. … Continuar lendo

DE VOLTA À UNIVERSIDADE

Faz tempo – praticamente três meses – que não publico fotos da Universidade de Coimbra. Pois acabou o jejum. Junto com as imagens, reproduzo dois parágrafos extraídos de um material que me foi enviado pela amável Catarina Freire, do departamento de turismo da UC.

Paço das Escolas, o mais célebre cartão postal da universidade

Paço das Escolas, o mais célebre cartão postal da universidade

“A Universidade de Coimbra – Alta e Sofia está inscrita na lista dos bens Património Mundial da Unesco desde junho de 2013, após decisão unânime do Comité do Património Mundial, reunido em Phnom Penh, Camboja. Este bem inclui 31 edifícios de grande relevância, localizados em duas áreas que somam 35,5 hectares, e que possuem uma zona de proteção com 81,5 hectares. Estamos, assim, perante um conjunto complexo de elementos, unidos pelo seu papel enquanto testemunho material da longa história desta instituição universitária.”

É impressão minha ou o estudante parece meio desolado?

É impressão minha ou o estudante parece meio desolado?

“Erguidos em diversos períodos cronológicos, resultam diretamente das reformas ocorridas ao nível ideológico, pedagógico e artístico. Salientam-se quatro grupos identitários: o grupo dos colégios da Rua da Sofia, o grupo dos colégios da Alta, o grupo de edifícios resultante da reforma pombalina e, finalmente, o grupo edificado durante o período do Estado Novo.”

Faculdade de Letras, um dos edifícios do período do Estado Novo

Faculdade de Letras, do período do Estado Novo

© Fotos: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

UM PASSEIO COMPLETO PELA UC

Este é o vídeo oficial produzido para a candidatura da Universidade de Coimbra a patrimônio mundial. Um belo passeio não apenas pelos lugares mais importantes da instituição, mas também pela Alta da cidade e pela Rua da Sofia, igualmente tombadas pela Unesco em 2013.

Nos próximos posts, deixaremos Coimbra para trás e seguiremos para a região de Castelo Rodrigo, que foi minha base para a exploração das gravuras rupestres do Vale do Côa durante a press trip que o Turismo do Centro de Portugal organizou para mim no último mês de setembro. Mas voltarei a publicar imagens e textos sobre a universidade, a Alta e o espetacular Museu Nacional de Machado de Castro muito em breve.

ENFIM, COIMBRA

ENFIM, COIMBRA

Senhoras e senhores, essa é Coimbra precisamente às 19h04 do dia 11 de setembro passado, uma quinta-feira. Caramba, como eu tinha vontade de conhecer a cidade. Pois finalmente aconteceu. Quem acompanha o blog já viu algumas fotos da minha passagem por lá, … Continuar lendo