MAR DE VINHEDOS

A Quinta de Ervamoira, no Douro Superior, vista de três pontos distintos: de longe, desde o Miradouro de São Gabriel, em Castelo Melhor; mais de perto, da estrada que leva ao sítio arqueológico de Penascosa; e bem de pertinho, ou melhor, lá … Continuar lendo

SÍMBOLO DE PODER

SÍMBOLO DE PODER

Visitantes deixando a Torre de Belém, em Lisboa, num dia de outono em que a luz parecia péssima para fotografar. O horário, em tese, também era ruim: duas e meia da tarde. Mas o cenário era divino. O monumento à minha … Continuar lendo

CASTAS DO DOURO

Diz o site da Taylor´s – uma das grandes produtoras de vinho do porto – que o Douro é uma das regiões mais ricas do mundo em castas autóctones, com centenas de variedades únicas. Entre as tintas, destacam-se pelo menos 7 castas: Tinta Barroca, Tinta Roriz, Tinto Cão, Touriga Franca, Touriga Nacional, Sousão e Tinta Amarela (Trincadeira). Já entre as brancas, os destaques são Gouveio, Malvasia Fina, Moscatel, Rabigato e Viosinho.

A parreira da imagem fica na Quinta de Vargellas, uma propriedade da Taylor´s no Douro Superior. Era outono quando fiz essa foto, dia 13 de outubro de 2012. Perceba como as folhas estão avermelhadas. Toda a região fica especialmente linda nessa época do ano.

Não sei dizer qual é a casta. Parei para clicar esses cachos de uva quando já estava indo embora. Não encontrei ninguém no caminho, dali até o portão de saída, que pudesse me informar. Eu estava com um pouco de pressa, tinha de cumprir mais uma pauta em seguida. Acabei não voltando até a sede da quinta para perguntar. Uma lástima, fico devendo essa informação. Mas só por enquanto. Ainda vou achar um especialista que bata o olho na foto e me diga qual é a variedade em questão.

Folhas tingidas de vermelho pelo ourono na Quinta de Vargellas, Douro Superior

Folhas tingidas de vermelho pelo outono em Vargellas, propriedade da Taylor´s no Douro Superior

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados