CIDADE-QUARTEL FRONTEIRIÇA

CIDADE-QUARTEL FRONTEIRIÇA

Elvas, patrimônio mundial desde 2012. Estive lá duas vezes. E espero voltar outras tantas. No website da Comissão Nacional da UNESCO, ligado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, lê-se assim sobre a cidade: A cidade de Elvas, situada a … Continuar lendo

MISTO DE LENDA E HEROÍSMO

Castelo de Guimarães, patrimônio mundial desde 2001 e eleito, em 2007, uma das sete maravilhas de Portugal. No website Visit Portugal, a gente lê assim sobre o monumento:

O Castelo de Guimarães, situado no Monte Largo – “alpis latitus”, no latim de documentos da época – evoca o misto de lenda e heroísmo que envolve o início da história de Portugal. Mumadona, condessa galega, mandou construir neste local, cerca do ano 968, um castelo onde a população se pudesse refugiar dos constantes assaltos de hordas de vikings, vindos dos mares do norte da Europa, e dos muçulmanos que acorriam dos territórios que ocupavam a sul.

Castelo de Guimarães

Quando o Conde Henrique recebeu de seu sogro, Afonso VI de Leão, o governo da província portucalense, mandou construir outra edificação mais ampla e sólida, que constituiu o início do importante conjunto defensivo que vemos hoje, dominado pela torre de menagem. Embora o facto não esteja documentado, é provável que o edifício que se encontra encostado à parte interna da muralha norte tenha sido a morada do Conde D. Henrique e local do nascimento de seu filho Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal.

Castelo de Guimarães

Ao castelo, liga-se a história militar da fundação do reino nos diversos combates em que Afonso Henriques defrontou, em 1127, seu primo Afonso VII, rei de Leão. Liga-se também à abnegação de seu aio, Egas Moniz, que se ofereceu para fiador da palavra do infante quando este, vendo que não conseguia vencer o cerco de Afonso VII, prometeu constituir-se seu vassalo, tendo renegado a promessa ao sair-se vencedor.

Castelo de Guimarães

Até finais do século 14, no castelo de Guimarães protagonizaram-se heróicos combates para a defesa da integridade do jovem reino de Portugal, abalado por questões dinásticas com Castela que tornavam vulnerável a sua independência. Com o nascimento das novas armas de artilharia, o castelo de Guimarães, como tantos outros, conheceu o início do fim das suas glórias. Abandonado à incúria do tempo e dos homens, veio a ser cuidadosamente restaurado na sua original grandiosidade e beleza na primeira metade do século 20.

Castelo de Guimarães

Fotos: © Eduardo Lima / Walkabout

CASTELO DE ELVAS

Vai aqui um texto sobre o Castelo de Elvas, disponível no website da Direção-geral Patrimônio Cultural de Portugal, acompanhado de algumas fotos que, embora tenham sido feitas em 2015, permaneciam inéditas aqui no blog. “O Castelo de Elvas data do … Continuar lendo

TORRE DE MONCORVO

Em tese, eu não deveria ter ido a Torre de Moncorvo quando passei dias seguidos explorando a Região Demarcada do Douro, em 2012. Afinal, a vila não está na área declarada patrimônio da humanidade. Ora, se o nome deste projeto … Continuar lendo

PRIMEIRA LINHA DE DEFESA

Cinco fotos do Forte de Santa Luzia, em Elvas, que permaneciam inéditas aqui no blog. E trechos de um texto excelente publicado no website Portugal de Lés a Lés. O Forte de Santa Luzia é contemporâneo da fortaleza abaluartada da cidade … Continuar lendo

UMA SIMPÁTICA VILA ALENTEJANA

Duas fotos de Arraiolos que permaneciam inéditas, apesar de terem sido clicadas há mais de dois anos, em outubro de 2015, quando estive em Portugal com apoio do Turismo do Alentejo. Arraiolos é um lugar pacato, muito pacato. Os visitantes chegam … Continuar lendo

ENTRE AS MAIS BONITAS DA EUROPA

Esta semana, foi notícia em todo canto uma seleção feita pela CNN que aponta Monsaraz, no Alentejo, como uma das vilas em colina mais bonitas da Europa. Estive lá em 2015 e posso assegurar que os editores de turismo do … Continuar lendo

Cap 6 – CONVENTO DE CRISTO (CHAROLA E MURALHA)

Estas são 14 das 26 fotos do Convento de Cristo de que mais gosto, clicadas em duas visitas a Tomar, 2009 e 2014. Preciso reduzi-las a um conjunto de, no máximo, cinco imagens. Quais você escolheria? De novo, peço ajuda … Continuar lendo

ONDE NASCEU O PRIMEIRO REI

Ele é pequeno se comparado a outras fortalezas medievais que você provavelmente conhece. Mas sua relevância, pelo menos para os portugueses, é inversamente proporcional às suas dimensões. As muralhas do Castelo de Guimarães deram abrigo à corte de D. Afonso … Continuar lendo

ELVAS EM P&B – A CIDADE II

Segundo post da série retrantando a alentejana Elvas em preto-e-branco. Neste conjunto de 10 imagens, destacam-se, além das vistas gerais, uma cena cotidiana na Praça da República, a singela Igreja do Salvador, o pequeno (mas fascinante) Cemitério dos Ingleses e … Continuar lendo