ABRIGO AOS PEREGRINOS

Essa é a igreja matriz de Castelo Rodrigo, fundada no século 13 pela Confraria dos Frades de Nossa Senhora de Rocamadour (uma congregação que se dedicava à assistência dos peregrinos compostelanos). O Igespar, Instituto de Gestão do Patrimônio Arquitetônico e Arqueológico de Portugal, resume assim sua história:

“A antiga vila de Castelo Rodrigo, cercada pelas muralhas edificadas no reinado de D. Dinis, estava integrada na rede medieval dos caminhos de peregrinação de Santiago de Compostela, pelo que o templo paroquial edificado no centro da praça de armas servia de abrigo aos peregrinos que por ali passavam. A igreja mantém a tipologia primitiva, algo eclética, uma vez que apresenta um modelo de transição entre o românico e o gótico (…). Essa estrutura assemelha-se a alguns templos da região, como as matrizes de Escarigo, Mata de Lobos ou Vilar de Torpim. No entanto, foram executadas campanhas de obras posteriores, nomeadamente nos séculos 16 e 17, que alteraram o programa decorativo do templo.”

Igreja matriz de Castelo Rodrigo: fundada no século 13 pela Confraria dos Frades de Nossa Senhora de Rocamadour

Matriz de Castelo Rodrigo: fundada no século 13 pela Confraria de Nossa Senhora de Rocamadour

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

Anúncios