A LISTA

Sabe quais são os lugares de Portugal que podem virar patrimônio da humanidade em breve? A lista indicativa do país ao título concedido pela UNESCO foi definida há quase um ano, em maio de 2016, e é composta de 22 bens. … Continuar lendo

ÉVORA EM P&B – CENTRO HISTÓRICO

Na semana passada, publiquei aqui no blog dois pequenos ensaios em preto-e-branco sobre a Ilha da Madeira: um com imagens da Floresta Laurissilva, patrimônio mundial desde 1999, e outro com fotos das levadas, que não tardarão a receber o mesmo … Continuar lendo

AQUEDUTO DA ÁGUA DE PRATA

Aqueduto da Água de Prata, em Évora. Inaugurado em 1537, durante o reinado de D. João III, ele funciona até hoje, levando água desde as nascentes do Divor até o centro da cidade. É considerado a mais importante estrutura hidráulica construída em Portugal durante o século 16. Dos seus 19 quilômetros de extensão, cerca de 8 quilômetros podem ser percorridos a pé – uma caminhada bem bacana, ainda que um pouco sofrida quando feita sob o sol do verão alentejano.

O poeta Luís Vaz de Camões fez referência ao aqueduto em sua obra mais conhecida, Os Lusíadas. Na estrofe 63 do Canto III, ele escreveu assim:

Eis a nobre cidade, certo assento

Do rebelde Sertório antiguamente;

Onde ora as águas nítidas de argento,

Vem sustentar de longe a terra, e a gente;

Pelos arcos reaes, que cento e cento

Nos ares se alevantam nobremente;

Obedeceu por meio e ousadia

De Giraldo, que medos não temia

Dos 19 km do aqueduto, entre as nascentes do Divor e o centro de Évora, cerca de 8 km podem ser percorridos a pé

Dos 19 km de extensão do aqueduto, cerca de 8 km podem ser percorridos a pé

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados