ALTO DE VARGELAS

“Quem subir ao Alto de Vargelas ficará com a certeza de que chegou ao ponto mais belo do céu. O Douro visto daquele píncaro é o paraíso prometido em todas as lições de catequese. É grandiosamente belo. As montanhas entrelaçam-se, … Continuar lendo

SÃO JOÃO DA PESQUEIRA

Esta é a vila mais antiga de Portugal, “fundada”, por assim dizer, em 1055. Impressionante, não? A mim, impressiona. Afinal, trata-se de uma vila praticamente milenar. É muita história. Quase o dobro da nossa, por exemplo. Faltavam ainda 445 anos … Continuar lendo

UCANHA

Adoro esta foto, nem sei por que eu ainda não a tinha publicado aqui no blog. Mas posso explicar direitinho o motivo que me faz gostar tanto dela: essa imagem pertence a um conjunto que me traz as melhores recordações. … Continuar lendo

CASA DE MATEUS

Se você já tomou um vinho rosé chamado Mateus, ou pelo menos o viu na prateleira de algum supermercado, talvez reconheça o palácio desta foto. Afinal, há décadas ele estampa o rótulo do tal rosé, que já foi um dos … Continuar lendo

BORA PRA PORTUGAL!

BORA PRA PORTUGAL!

QUINTA DOS MALVEDOS

Na margem norte do Douro, junto à foz do Rio Tua, esparramam-se os vinhedos de uma das mais espetaculares quintas da região demarcada. Trata-se de Malvedos, pertencente à Graham´s – cujos vinhos do porto, em especial os vintage, são verdadeiras obras de arte.

Quinta dos Malvedos: produtora de vinhos de porto que são verdadeiras obras de arte

Quinta dos Malvedos: produtora de vinhos de porto que são verdadeiras obras de arte

A Quinta dos Malvedos foi adquirida pela família Graham em 1890. Teve de ser vendida algum tempo depois, devido a problemas financeiros, mas acabou sendo recomprada em 1970. As vinhas cobrem quase 70% dos 108 hectares da propriedade. Nos socalcos murados mais antigos, elas têm, em média, 45 anos de idade.

Os painéis de azulejo na entrada da quinta lembram os visitantes...

Os painéis de azulejo na entrada da quinta lembram os visitantes…

Douro

…de que a família Graham está no Douro desde o século 19

© Fotos: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

A seguir, dois vídeos amadores, mas bem bacanas, feitos pela blogger da Graham´s em Malvedos no ano de 2011, poucas semanas antes da vindima (a colheita das uvas). A primeira parte passeia pelo setor sul da propriedade. A segunda, pelo norte. Ambas estão em inglês.

Só para constar: a safra 2011 foi uma das melhores de todos os tempos não apenas no Douro, mas em todo o país.

CONEXÃO DOURO-SP

Este é o Alto Douro Vinhateiro, um lugar bucólico, sossegado – patrimônio da humanidade desde 2001.

Coração do Alto Douro Vinhateiro: patrimônio mundial da Unesco desde 2001

Vale do Douro, norte de Portugal

E esta é São Paulo, uma megalópole, a maior cidade brasileira – terceira mais populosa do mundo, com 20 milhões de habitantes.

A cidade de São Paulo: maior do Brasil e terceira mais populosa do mundo, com 20 milhões de habitantes

São Paulo, Brasil

Qual relação poderia existir entre dois lugares tão nada a ver um com o outro? Várias. A começar pela mais óbvia: São Paulo foi fundada por um duriense, o padre Manuel da Nóbrega.

Nascido em Sanfins do Douro, no dia 18 de outubro de 1517, Nóbrega era filho de desembargador e sobrinho de chanceler-mor. Estudou nas universidades de Salamanca e Coimbra, bacharelando-se em direito canônico e filosofia. Aos 27 anos, resolveu seguir carreira religiosa. Já na condição de sacerdote, foi nomeado chefe da primeira missão jesuítica portuguesa à América. Liderou a catequização dos indígenas com determinação quase militar, um verdadeiro general a serviço da Companhia de Jesus. Fundou a vila de São Paulo em 1554. Antes, em 1549, já tinha ajudado a fundar Salvador. Depois, em 1565, participou também da fundação do Rio de Janeiro. “Foi o primeiro estadista luso-brasileiro, símbolo imortal do gênio missionário lusíada”, lê-se hoje no monumento erigido em sua homenagem na pacata Sanfins.

Aldeia de Tralhariz, Douro: perto daqui nasceu o fundador da megalópole paulistana

Aldeia de Tralhariz, Douro

© Fotos: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

Aqui, um pouco mais sobre a vida e a obra do padre Manuel da Nóbrega.

 

BORA PRA PORTUGAL!

BORA PRA PORTUGAL!

VALE DE MENDIZ

VALE DE MENDIZ

Esse lugarzinho lindo, sobranceiro ao Rio Pinhão, é o povoado de Vale de Mendiz, no Alto Douro. As inquirições gerais de 1220, sob o reinado de D. Afonso II, referem-se a ela como Valem Menendo Dias, então um povoado sob posse administrativa … Continuar lendo