As Gravuras Rupestres do Côa e o Poder da Cidadania

“Nós, Homo Sapiens, somos demasiado complexos para sermos demasiado simples”. Foi com máximas destas que António nos deixou tão deslumbrados como ele com as gravuras rupestres do Parque Arqueológico do Vale do Côa.

https://contosalfacinhas.com/2020/08/12/as-gravuras-rupestres-do-coa-e-o-poder-da-cidadania/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s