O Douro que o “mestre Noel” deixou

O Douro que Noel Magalhães deixou começa em São João da Pesqueira, onde o fotógrafo amador nasceu, e alonga-se pelo Peso da Régua, onde morreu com 99 anos, a 30 de Novembro. Durante décadas de travessia, desde a fronteira espanhola até ao Porto, o “mestre Noel”, como era conhecido na região, acompanhou as vindimas, esperou que os rabelos se enchessem de pipas e seguiu o rio e quem trabalha os seus socalcos. 

https://www.publico.pt/2020/12/10/p3/fotogaleria/noel-magalhaes-403781

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s