DAY TRIP OR NOT DAY TRIP?

Zanzando pela internet, atrás de informação sobre os patrimônios mundiais portugueses, acabei me deparando com um texto bacaninha sobre Sintra, publicado no blog espanhol Ida y Vuelta. A autora, Cristina sabe-se lá de quê (ela não informa seu nome completo no blog), enumera oito razões para o viajante ficar mais de um dia na vila. Sim, porque a maioria absoluta dos turistas opta por day trips a partir de Lisboa, a não mais do que 40 minutos de distância. Reproduzo a seguir os argumentos da moça (traduzidos e adaptados livremente por mim), acompanhado de nove fotos clicadas por mim e inéditas até agora.

Castelo dos Mouros

1 – Não dá tempo, num único dia, de visitar todos os lugares interessantes de Sintra. Só entre os palácios nacionais e a Quinta da Regaleira já seria um dia inteiro. Se a esses somarmos passear pela vila antiga e subir ao Castelo dos Mouros e ao Convento dos Capuchos, mais o Chalet da Condessa d´Edla e o Palácio de Monserrate, então fica absolutamente impossível conhecer tudo.

Palácio da Pena

2 – É legal desfrutar Sintra de dia e de noite. Os entardeceres, com a neblina baixando sobre a serra de mesmo nome, são espetaculares. Ver um lugar tão mágico com luzes diferentes é um privilégio.

Centro histórico

3 – Quando os palácios fecham para visitação (no meio da tarde, inclusive no verão), surpreende ver a “debandada” de visitantes em regresso a Lisboa. Ficam apenas uns poucos, aqueles que decidiram dormir em Sintra. Resultado: você poderá desfrutar de todas as zonas da vila sem mais ninguém por perto. Um autêntico luxo.

Palácio da Pena

4 – Quem dorme em Sintra durante a alta temporada muitas vezes pode assistir a concertos organizados em alguns dos edifícios mais emblemáticos ou realizar visitas únicas, como a que fizemos ao Palácio da Pena, quase sem gente e em um ambiente fantasmagórico impressionante.

Centro histórico

5 – Se ficar mais de um dia, você poderá explorar sem pressa as íngremes ruas da vila. Muitas são decoradas com detalhes surpreendentes, têm restaurantes curiosos ou oferecem perspectivas únicas do monte que as rodeia.

Torre da prefeitura

6 – Sintra já cativou reis, aventureiros, poetas, músicos, monges etc. e isso não é de se estranhar. Muitos desses personagens ergueram curiosas construções na vila, em estilos os mais ecléticos. Isso inclui desde uma fonte mourisca situada à beira da estrada até uma prefeitura das mais decoradas.

Centro histórico

7 – Sintra é pura vegetação. Há verdade em tudo, em qualquer direção que se olhe. Sintra é favorecida por um clima singular, com alta umidade por causa da proximidade com o Atlântico. Você poderá passear por belos jardins que são parte essencial de lugares como o Palácio da Pena.

Centro histórico

8 – Ao decidir dormir em Sintra, procure uma das hospedagens situadas em edifícios singulares. Palácios e chalés foram reabilitados nos últimos anos para criar uma boa coleção de hospedarias especiais. Recomendo que você fique no centro histórico da vila, para não depender muito de carro ou táxi.

Palácio Nacional

© Fotos: Eduardo Lima / Walkabout

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s