PASSEAR POR AVEIRO

Uma galeria de fotos clicadas por mim em Aveiro no ano de 2014 (quando estive na cidade a convite do Turismo do Centro de Portugal), mas que permaneciam inéditas aqui no blog.

Canal de São Roque

Canal de São Roque e Ponte Pedonal Circular

Aveiro é uma cidade ímpar, completamente diferente de qualquer outra localidade portuguesa. O Turismo do Centro, em seu website, convida os turistas a conhecê-la da seguinte forma:

“Deambular por Aveiro é mergulhar nas águas do Centro de Portugal. Conhecida como “Veneza portuguesa”, a cidade deixa-se dominar tranquilamente pela Ria de Aveiro, descrita por Saramago como um “corpo vivo que liga a terra ao mar como um enorme coração”. Embarque num moliceiro e percorra os canais da ria, que, como estradas de água prateada, nos conduzem pela cidade. Observe as casas Arte Nova que decoram as margens ou descubra-as em cada detalhe, fazendo a visita guiada pedestre organizada pelo Museu da Cidade. Se preferir, aventure-se a solo ao volante de uma BUGA, as bicicletas gratuitas disponibilizadas pelo município, que são tudo o que precisa para se deslocar em Aveiro.

Cais dos Botirões

Cais dos Botirões

De volta ao centro da cidade, retempere forças com as iguarias regionais. Se a hora de almoço estiver perto, arrisque numa caldeirada de enguias ou num carneiro à lampantana. Ou, então, perca-se na deliciosa doçaria regional, onde ovos e açúcar fazem magia, e deixe que os ovos moles despertem o seu palato como se fossem pedaços de ouro doce.

Cais dos Botirões

Ponte Pedonal Circular

(…)Aveiro esteve sempre ligada ao comércio do mar, à pesca e à produção de sal. Desde a Idade Média, a povoação cresceu protegida e privilegiada pelos monarcas, sendo um marco decisivo na sua história o momento em que a Infanta Joana, a santa princesa filha de Afonso V, ingressou no Convento de Jesus. Nos séculos seguintes, a vila conheceu momentos de crescimento, quando os Descobrimentos abriram Portugal ao mar e trouxeram até às margens da Ria mercadores e navegadores de vários pontos da Europa. Mas foi também a Ria, quando no século 17 se fechou o canal de comunicação com o mar, que influenciou um dos períodos de maior crise na região. Seria no reinado do magnânimo João V que Aveiro foi elevada a cidade, e posteriormente, a sede de diocese.”

Canal de São Roque e Ponte Pedonal Circular

Hotel Moliceiro

© Fotos: Eduardo Lima / Walkabout

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s