PANTEÃO NACIONAL

Na semana passada, mostrei aqui no blog o Mosteiro de Alcobaça. Esta semana, será a vez do Mosteiro da Batalha, outra preciosidade do Centro de Portugal. Começando por esta foto da fachada principal do monumento, uma imagem que permanecia inédita, embora tenha sido clicada há quase dois anos.

Fachada principal do Mosteiro da Batalha, recentemente classificado como panteão nacional

Fachada principal do Mosteiro da Batalha, agora classificado como panteão nacional

O parlamento português aprovou recentemente a atribuição ao Mosteiro da Batalha do status de panteão nacional – ou seja, um lugar no qual repousam os restos mortais de personagens considerados símbolos da nação. Agora, são quatro os panteões nacionais em Portugal. Além da Batalha (onde estão sepultados D. João I e toda a chamada Ínclita Geração), integram esse seletíssimo grupo a Igreja de Santa Engrácia (Almeida Garrett, Amália Rodrigues, Eusébio, entre outros), o Mosteiro dos Jerónimos (Camões, Vasco da Gama, Fernando Pessoa) e a Igreja de Santa Cruz, em Coimbra (D. Afonso Henriques). Voltarei a esse tema no próximo post.

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

Anúncios

Um pensamento sobre “PANTEÃO NACIONAL

  1. Pingback: ÓPERA NO PATRIMÔNIO | Portugal - Patrimônios da Humanidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s