A TORRE-LANTERNA DA SÉ

Zimbório. Segundo o Grande Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, “cobertura ou parte da cobertura de um edifício, de forma geralmente hemisférica, frequentemente dotada de abertura no ápice e lanternim; cúpula, domo (apresenta, por vezes, base poligonal, raramente elíptica, e perfil apontado e/ou bulboso)”.

O zimbório da Catedral de Évora visto da escadaria que conduz ao terraço

Zimbório da Catedral de Évora visto da escada que leva ao terraço

Pois bem: o que se vê nesta foto é justamente o zimbório da Sé Catedral de Évora, visto do finalzinho da escadaria de conduz os visitantes ao terraço. Uma magnífica estrutura octogonal de granito, única do gênero em todo o país. Com seu coruchéu cônico coberto por escamas de pedra, foi construída durante o reinado de D. Dinis. E nada mais é do que a torre-lanterna da catedral, erguida sobre o cruzeiro das naves. Trata-se, sem a menor dúvida, do elemento arquitetônico mais emblemático da Sé. Dizem que quem a visita leva de brinde as melhores vistas sobre a cidade de Évora. Mas prefiro deixar essa história para o próximo post.

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

Anúncios

Um pensamento sobre “A TORRE-LANTERNA DA SÉ

  1. Pingback: A VISTA DO JARDIM DE DIANA | Portugal - Patrimônios da Humanidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s