SÉ VELHA DE COIMBRA

Eis aqui um dos melhores programas para quem visita Coimbra, talvez o melhor excetuando-se aqueles que incluem a universidade. A Sé Velha impressiona por seu estilo bunker, de igreja-fortaleza, e guarda lá dentro peças de valor inestimável, entre obras de arte e ornamentos religiosos. Engana-se, contudo, quem imagina que ela não passa de uma relíquia. Trata-se, sim, de uma catedral histórica, mas que permanece viva, ainda conservando suas funções canônicas, teológicas e litúrgicas.

“A construção teve início no século 12, sob a orientação de mestre Roberto, que dirigia na mesma época a obra da Sé de Lisboa”, informa o inventário da área classificada como patrimônio mundial pela Unesco, disponível no website da UC. “A igreja românica, construída em calcário amarelo, está implantada a meia encosta e é constituída por três naves, transepto saliente e cabeceira tripartida. (…) No século 18, após a expulsão dos jesuítas, a sede episcopal foi transferida para a igreja do Colégio de Jesus, na Alta da cidade, atualmente denominada Sé Nova de Coimbra.”

Fachada principal da Sé Velha: construção iniciada no século 12

Fachada da Sé Velha: construção iniciada no século 12

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s