SANTO GUERREIRO

Quem aparece montado e empunhando sua espada bem em frente ao Mosteiro da Batalha é um santo: São Nuno de Santa Maria. Foi ele quem, no dia 14 de agosto de 1385, liderou o exército português contra os castelhanos na Batalha de Aljubarrota. Sua vitória assegurou a independência de Portugal frente ao Reino de Castela e criou as condições necessárias para a legitimação da Dinastia de Avis, iniciada por D. João I. Em agradecimento aos serviços prestados, o rei concedeu-lhe títulos. E muitas, muitas terras. Nuno Álvares Pereira, que àquela altura nem sonhava virar santo, tornou-se senhor de quase a metade do território português. O fiel servidor de D. João é citado nada menos que 14 vezes por Camões no poema épico Os Lusíadas. Foi canonizado pelo papa Bento XVI em 2009.

A estátua do comandante Nuno Álvares Pereira, que virou santo em 2009

A estátua do comandante Nuno Álvares Pereira, que virou santo em 2009

© Foto: Eduardo Lima / Walkabout – Todos os direitos reservados